Pride contrata familiares de funcionários para produzirem máscaras

Pride na Mídia | 30.04.2020

Sim, é isso mesmo! E é com muito orgulho que compartilhamos essa notícia com vocês.

Algumas mães, sogras e conhecidas de vários dos nossos funcionários acabaram perdendo o emprego. Então, porque não ajudar?

A paranaense Maria Ferreira Campos é doméstica e teve seus serviços interrompidos pela pandemia do novo coronavírus. 

Mãe de uma adolescente de 15 anos, ela teme o momento enfrentado pela família e foi em busca de alternativas para garantir renda. “Temos muitas dúvidas. Eu mesmo estava com um mês de carteira assinada e agora estou em casa. Não sei o que vai acontecer daqui pra frente”, conta. 

Costureira há mais de cinco anos, viu na confecção de máscaras uma saída neste momento de crise.

O genro, André Rampazzo, engenheiro civil e um dos nossos analistas de qualidade, enxergou em meio à crise a oportunidade de ajudar a sogra e de atender a demanda da Pride, que possui cinco canteiros de obras espalhados pelo Paraná, com mais de 400 colaboradores.

Foi assim que surgiu a ideia de contratar os serviços de parentes de funcionários que foram demitidos, proporcionando renda a essas famílias e a proteção aos colaboradores.

Mais de 600 máscaras estão sendo distribuídas em locais que contam com empreendimentos da Pride.

Para Maria Ferreira, é satisfatório ver que ela está contribuindo com um ciclo de proteção. “Eu fico muito orgulhosa porque o meu trabalho está ajudando a cuidar da vida de outras pessoas. Fiquei muito feliz quando recebi essa missão e estou conseguindo cumprir dentro do prazo estabelecido”, destaca.

O pedreiro João Mailson recebeu suas máscaras na última segunda-feira, dia 27/04. “Moro no mesmo terreno que a minha mãe, que tem 77 anos. Querendo ou não, tenho que dar uma passadinha pra dar um oi quando chego do trabalho. Assim, estou cuidando da minha saúde e principalmente, zelando pela saúde dela,” enfatiza.

Outra beneficiada pela contratação é Marli Santos, 58 anos, costureira, que também teve redução das atividades. “Meu marido é motorista de aplicativo e também está quase sem corrida. Esse trabalho para a Pride foi muito importante porque vai nos ajudar dentro de casa”, contou.

Além da distribuição das máscaras, nós também estamos adotando outras medidas de combate e prevenção ao novo coronavírus, como:

  • Recesso para pessoas consideradas do grupo de risco;
  • Disponibilização de álcool em gel em diversos pontos das obras, almoxarifados e escritórios de engenharia;
  • Separação das mesas dos colaboradores no horário do almoço;
  • Aumento dos turnos de refeição de 2 para 4; 
  • Sinalização e cartazes de alerta e cuidados.

Os equipamentos foram distribuídos nas cidades de Fazenda Rio Grande (Região Metropolitana de Curitiba), Ponta Grossa e Londrina.

Compartilhe:
@construtorapride

Receba Novidades

Seja o primeiro a saber sobre os novos empreendimentos e promoções